Como a Volatilidade do Bitcoin e Outras Criptomoedas Afeta o Mercado

A volatilidade do Bitcoin e das demais criptomoedas é algo que preocupa muitos investidores, uma vez que, se os riscos não forem calculados corretamente, é possível sair no prejuízo. Por conta disso, é importante saber o porquê de haver essas oscilações de valor, como isso afeta o mercado e de que maneira usá-las a seu favor.

Quer entender mais sobre a volatilidade do Bitcoin e das outras criptomoedas? Então veja só este artigo que a NovaDAX preparou para você!

Como o mercado é afetado pela volatilidade do Bitcoin e outras criptomoedas?

A principal consequência observada pela oscilação dos valores das criptomoedas é o receio que não-investidores têm de ingressar no mercado. A popularização do pensamento de que somente pessoas experientes conseguem se dar bem no mercado das moedas digitais é uma barreira para que mais pessoas se interessem pelo meio.

É importante ter em mente que isso não é verdade e que com conhecimentos básicos sobre o funcionamento do mercado é possível se tornar um investidor.

Então, a volatilidade do Bitcoin e outras criptomoedas é boa ou ruim?

A resposta dessa pergunta irá depender do perfil de investidor de quem está realizando as transações de compra e venda, uma vez que cada um deles tem uma característica diferente e enxerga a volatilidade por um distinto ponto de vista.

Quem é do tipo conservador, geralmente os iniciantes, prefere moedas mais estabilizadas — as stabelecoins — e não vê vantagens em criptomoedas que oscilam a todo momento, já que elas apresentam o fator de risco. Os moderados apreciam certas instabilidades para aproveitar o momento ideal de fazer a transação, enquanto os agressivos focam nos momentos de maior oscilação.

É preciso ter em mente, porém, que a volatilidade do Bitcoin é, hoje, considerada uma das mais baixas, em comparação às outras. Isso acontece porque muitas empresas em várias partes do globo passaram a aceitar essa criptomoeda como método de pagamento. Além disso, por ter se tornado a mais popular, ela passou a ser mais regularizada.

De qualquer forma, são muitos os fatores que influenciam no valor da cotação. Portanto, para fazer um bom investimento em qualquer criptomoeda é importante analisar os gráficos do câmbio nos últimos períodos e identificar quais são as principais tendências do mercado. Assim, mesmo quando existe uma oscilação, você consegue minimizar os riscos.

Gostou de saber como a volatilidade do Bitcoin e outras criptomoedas afetam o mercado? Então não deixe de conferir outros artigos aqui no blog da NovaDAX!

Share

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Follow by Email
Facebook
Google+
https://blog.novadax.com/2019/04/23/como-a-volatilidade-do-bitcoin-e-outras-criptomoedas-afeta-o-mercado">
Twitter
YouTube
LinkedIn
Instagram