Hard Fork — O Que É e Qual o seu Impacto nas Criptomoedas

Se você tem celulares, computadores e outros dispositivos eletrônicos, já deve ter reparado que eles precisam ser atualizados periodicamente, certo? O mesmo acontece com as criptomoedas, que passam por processos de soft ou hard fork para que o sistema possa estar em dia com a tecnologia atual.

Mas, exatamente, o que é hard fork e como isso acontece? Se você tem essa dúvida, não se preocupe! A NovaDAX preparou um artigo que te ajudará a entender melhor este processo. Confira!

Por que é preciso fazer uma atualização?

Assim como as moedas físicas, é preciso fazer uma série de modificações para encontrar uma maneira que faça com que a sua falsificação seja mais difícil. No caso das moedas digitais, o protocolo da blockchain pode passar por várias aprimorações, melhorando a sua segurança.

Isso é intensificado pelo fato de que as criptomoedas funcionam por meio de códigos que também são digitais. Portanto, existe a necessidade de que elas se adaptem às novas tecnologias. Então, se os computadores recebem atualizações, é possível que algumas transações sejam dificultadas pela incompatibilidade.

Soft fork e hard fork: qual a diferença entre elas

A bifurcação — maneira como pode ser chamado o fork, em português — pode acontecer de duas formas distintas. Cada uma delas irá gerar resultados diferentes e, portanto, é importante estar atento a quando irão acontecer. Entenda as suas diferenças!

O que é hard fork?

A palavra “hard” significa “pesado” ou “duro”, o que já dá uma ideia de como funciona essa atualização. Desta forma, a hard fork pode mudar radicalmente a sua relação com a criptomoeda.

Isso porque, a sua bifurcação é mais drástica e poderá gerar uma versão completamente nova, separando-a em duas  moedas diferentes e independentes uma da outra. É o caso que aconteceu com Bitcoin e Bitcoin Cash, e Ethereum e Ethereum Classic, por exemplo.

O que é soft fork?

Por outro lado, “soft” vem do inglês, que significa “suave”. Portanto, estas são atualizações mais simples e que não causam tantas modificações, fazendo apenas algumas melhorias. Nesses casos, é comum que os investidores nem ao menos percebam que  houve alguma diferença, uma vez que elas são feitas, geralmente, em segundo plano.

Gostou de saber o que é hard fork e sua diferença do soft fork? Então não deixe de conferir outros artigos aqui no blog da NovaDAX!

Share

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas