Cripto Lingo – Entenda os Termos e Jargões Mais Usados no Mundo Cripto

“Ainda bem que eu não dei FOMO quando o BTC alcançou o ATH, depois disso as whales começaram o dump e o mercado inteiro ficou bearish! As notícias só eram de FUD e quem tava HODL nas altcoins se deu mal!”

Se você lê notícias sobre o mundo cripto, você com certeza já se deparou com vários termos que parecem vindos de outro mundo. FUD? ATH? HODL? São termos que parecem vindos de uma língua estrangeira, e muitos deles só fazem sentido no contexto do mundo das criptomoedas! Mas eles são importantes, e ter uma noção de seu significado ajuda muito a entender as notícias deste mundo e a estar sempre informado sobre tendências de alta ou baixa, novos projetos, o que evitar e muito mais.

Neste artigo explicaremos alguns dos termos mais usados na esfera cripto, e você em pouco tempo achará muito mais fácil navegar pelas notícias e informações sobre criptomoedas no mundo digital!

FOMO

FOMO é uma sigla da frase em inglês Fear Of Missing Out, e traduzindo para um português informal é algo como Medo de Perder o Bonde. É um termo amplamente usado não só na esfera cripto, e geralmente se aplica a novas tendências ou produtos recém lançados, ou qualquer coisa que pareça empolgante ou que possa ser o novo boom do momento. No mundo cripto, o termo geralmente se aplica quando uma moeda ou token começa a apresentar tendências de alta de preço, o que faz com que investidores corram para comprar com medo de perder o bonde.

ATH

ATH vem do inglês All Time High, que significa Preço Recorde. Amplamente usado na esfera cripto em leitura de gráficos e análises técnicas de movimentação de preço, o termo ATH se aplica quando uma moeda alcançou um preço recorde (neste caso, de alta). Em outros casos, também pode ser usada a sigla ATL (All Time Low, que é também o preço recorde de baixa).

WHALES

Na comunidade cripto brasileira você vai encontrar muitas menções ao termo whales, e em outros sites a tradução literal: baleias. Whales são investidores com alto poder financeiro, que podem facilmente carregar o mercado tanto para cima quanto para baixo. Por contarem com alto poder de investimento, estas whales podem vender ou comprar altos volumes, criarem paredes de compra ou venda em corretoras cripto (criando assim a sensação de que o mercado vai subir ou descer) e manipular o mercado com facilidade.

PUMP ou DUMP

Estes dois termos se referem a qualquer grande movimento do mercado cripto em ambas as direções: para cima ou para baixo. Quando o mercado (ou alguma moeda específica) sobe de valor de maneira rápida, se usa o termo PUMP. Se o mercado cai de maneira brusca ou o preço desce demais, é porque sofreu DUMP.

BULLS e BEARS

BULLS e BEARS se traduzem para o português, respectivamente, como BÚFALOS e URSOS. Os termos se referem à força de compra ou venda que movimenta o mercado. Quando o mercado cripto começa a apresentar altos volumes de compra (consequentemente jogando o preço para cima), se diz que é por causa dos BULLS: investidores que confiam na alta do mercado e compram em altos volumes. Da mesma maneira, quando o mercado começa a apresentar sinais de baixa e o volume de venda aumenta, se diz que é por causa dos BEARS: investidores que não confiam na alta do mercado e começam a vender em altos volumes.

FUD

FUD é uma sigla em inglês para Fear, Uncertainty and Doubt. A tradução para português é Medo, Incerteza e Dúvida. O termo é geralmente usado para notícias prevendo baixas no mercado, investidores que têm medo de uma queda no preço ou que perderam a confiança no mercado por conta de incertezas e dúvidas. Quando alguém começa a apresentar altos níveis de negatividade sobre criptomoedas ou que faz previsões catastróficas, geralmente se diz que está fazendo FUD.

HODL

HODL é outra sigla muito usada na esfera cripto, para a frase em inglês Holding On for Dear Life, que se traduz para Segurando Como se Sua Vida Dependesse Disso. O termo se aplica para investidores que compraram tokens ou moedas para longo prazo e que continuam segurando a moeda mesmo com baixas e altas, sem previsão de vendê-las. É o que a grande maioria dos investidores iniciantes faz no mercado cripto, já que o mercado inteiro está em baixa por mais de um ano e vendê-las resultaria em perda. Por isso, você HODL: segura a sua moeda e não vende de jeito nenhum.

ALTCOINS

No mundo cripto as maiores moedas são o Bitcoin, Ethereum, Litecoin e, talvez, o XRP. Qualquer outra moeda é referida como ALTCOIN, que vêm do termo alternative coins (ou moedas alternativas). Geralmente são criptomoedas ou tokens com um menor volume de mercado e por isso não são referidas como moedas principais.

WEAK HANDS (ou MÃOS DE ALFACE)

O termo WEAK HANDS em inglês significa Mãos Fracas, mas a comunidade brasileira usa o jargão Mãos de Alface. O termo se aplica para investidores que vendem suas moedas na primeira tendência de baixa do mercado. São geralmente investidores que se afetam por FUD (lembra do termo?) e que estão cobertos de medo que suas moedas perderão o valor de maneira brusca. Por causa disso, qualquer mínimo movimento de baixa de preço faz com que os Mãos de Alface vendam suas moedas em prejuízo, por medo de perderem ainda mais.

Existem ainda muitos outros termos e jargões utilizados na esfera cripto, e com certeza muitos mais surgirão agora que as criptomoedas estão pouco a pouco virando mainstream. Mas agora que você sabe o significado dos principais cripto lingos, fica muito mais fácil ler as notícias e se manter informado sem se sentir um cego em um tiroteio!

Por Juarez Weiss, usuário da NovaDAX, tradutor de ICOs e projetos Blockchain e administrador do Criptomoedas Brasil

 Qualquer dúvida sobre o uso da nossa plataforma, entre em contato conosco por e-mail ou mídia sociais.

Share

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *