Ripple Coin — Saiba Mais Sobre Essa Criptomoeda

Quem se interessa pelo mundo de criptomoedas certamente já sabe que o Bitcoin não é a única disponível no mercado. Existem muitas outras que merecem a atenção dos investidores. Uma delas, inclusive, é a Ripple Coin.

Com um grande crescimento, essa moeda digital é uma das favoritas entre os compradores. Se quer saber mais sobre ela, confira algumas curiosidades que a NovaDAX preparou para você!

Quando e por quem foi criada a Ripple Coin?

O protocolo da Ripple Coin, que é identificada pela sigla XRP, foi criado pela OpenCoin em 2012. Mas as cabeças que realmente estiveram por trás disso foram o CEO Chris Larsen e o CTO Jed McCaleb.

O que é, exatamente, a Ripple?

É importante saber diferenciar a Ripple — que é a empresa — e a XRP, que é utilizada como moeda digital. Enquanto a primeira é exclusiva para movimentar grandes ações, como envio de altas quantias de dinheiro, a segunda pode ser adquirida por qualquer um que tenha o interesse em investir.

Devido à dificuldade de fazer envios de grandes remessas de dinheiro, foi pensado um sistema que pudesse executar essa atividade por meio de blockchains. Desse modo, a transação seria descentralizada, mais rápida e, também, segura.

Assim, foi criada a Ripple, que tem como objetivo cumprir esta função e se tornar um dinheiro próprio para os que faziam o uso desse serviço. Já a XRP, também chamada de Ripple Coin, é considerada uma Altcoin — moedas digitais alternativas ao Bitcoin —, e acabou se tornando um bom investimento.

A movimentação de dinheiro acontece por meio de um sistema de blockchains que fazem os envios dessas remessas de maneira internacional.

Qual o panorama da Ripple Coin no mercado de criptomoedas?

A XRP é considerada uma das moedas mais promissoras, junto com outras Altcoins como a Stellar e Ethereum. Inclusive, fica apenas atrás do Bitcoin e da Ethereum quando se trata de valor de mercado: com cerca de R$48 bilhões, há quem aposte na Ripple Coin como a principal criptomoeda do futuro.

Aliás, a sua circulação também é imensa. Já foram, ao todo, mais de 40 bilhões de tokens movimentados, dentro de um total de 100 bi. Existe esse limite porque a premissa das moedas digitais é lidar com elas como se fossem bens naturais, partindo do princípio da escassez. Assim, para adquiri-las, é preciso fazer uma mineração de forma virtual.

Gostou de saber mais sobre a Ripple Coin? Então não deixe de conferir outros artigos no blog da NovaDAX!

Share

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Follow by Email
Facebook
Google+
https://blog.novadax.com/2019/03/15/ripple-coin-saiba-mais-sobre-essa-criptomoeda">
Twitter
YouTube
LinkedIn
Instagram